quarta-feira, 23 de maio de 2018

Cinco opções de snacks da Disney

O que fazer quado bater aquela fome e ainda estiver longe do almoço ou da janta? Basta comprar esses snacks deliciosos e fáceis de comer em qualquer lugar.  



Essa pipoca é ótima para comer durantes os espetáculos noturnos nos parques. A diferença da pipoca normal é que essas são com sabores e há muitos. Você pode encontrar de parmesão, bacon, cheddar, caramelo, chocolate, de churros...O preço varia de US$4,25 a US$4,50.  



Nesse mix, você encontra sementes de girassol, passas, amêndoas e castanha de caju. É delicioso e saudável. O preço é US$4,25





Nesse outro mix, você vai encontrar mamão, abacaxi e banana secas, além de passas, coco e amêndoas. Também é muito saudável e fácil de comer. O preço é US$4,25



Como você pode ver, esses modelos de snacks foram os nossos preferidos. Nesse mix, você encontra mini pretzels, castanha de caju, passas, biscoitos de chocolate e biscoitos amanteigados. O preço também é de US$4,25 



Essa bala é tipo fini, gomas em formato do pateta. O preço é US$5,49. 

*Os preços estão sujeitos à variação.  

sexta-feira, 18 de maio de 2018

Suba a bordo do trem que ligará Miami a Orlando


Apesar do trecho de Miami a Orlando ainda não ter data exata para a inauguração, o famoso trem operado pela Brightline realiza a sua primeira viagem a partir do dia 19 de maio. O trecho em operação é de Miami a Fort Lauderdale e West Palm Beach. É nesse dia que ocorre também a apresentação, para visitantes e turistas, da estação MiamiCentral, localizada no centro da cidade e com quase 45 mil metros quadrados.

A duração da viagem de Miami para Fort Lauderdale é de 30 minutos. O trecho até West Palm Beach também tem essa duração. Isso só é possível, pois o trem alcança 127 km/h. 


O preço para embarcar é US$1o no vagão Smart e entre US$15 e US$25 no vagão select dependendo do trecho. A diferença é que nesse último vagão, os assentos são maiores e há comida e bebida gratuita. O wifi é gratuito nos dois vagões.  





Nos dias 19 e 20 de maio, o valor para embarcar tem um desconto para comemorar a inauguração. O preço é US$3 no Smart e US$5 no select. 

A Brighline é a única empresa privada de trens dos Estados Unidos e a previsão é que as obras para conectar os trilhos à cidade de Orlando comecem em  2018 e terminem em 2020. 

terça-feira, 15 de maio de 2018

Lost & Found: encontre o seu objeto perdido na Disney



Com tantas coisas para prestar atenção, é muito fácil se distrair na Disney e isso pode fazer você esquecer algum de seus pertences. Em todo o complexo, você vai encontrar locais denominados de lost and found que são os achados e perdidos. Nessa postagem, nós vamos contar curiosidades e dicas para você não se desesperar tanto quando perder alguma coisa.

Com grande fluxo diário de pessoas, é fácil imaginar a quantidade de objetos perdidos não só nos parques, mas no complexo inteiro. O estacionamento é o local onde mais as pessoas esquecem os seus pertences. Para se ter uma ideia, o estacionamento do Magic Kingdom possui 125 acres, comportando  12 mil veículos, não é difícil de imaginar o rastro de objetos deixados para trás. 

O Magic Kingdom fez uma média e descobriu que cerca de 100 pessoas esquecem o óculos de sol todos os dias nos parques. Entre os objetos mais estranhos que já apareceram no Lost and Found está uma dentadura e uma prótese de olho, conhecida como olho de vidro. 

Após o fechamento do parque todos os funcionários, principalmente os responsáveis por encerrarem a atração, fazem uma ronda e caso encontrem um objeto perdido, etiquetam o mesmo com data e local. 


Nos parques, os objetos encontrados serão levados até o setor dos achados e perdidos no Guest Relations e serão mantidos somente até o fechamento. Após isso, os pertences serão levados para o Transportation & Ticket Center que é como se fosse a sede do Lost and Found de todo o complexo. Para ir até lá, basta seguir ao norte do estacionamento do Magic Kingdom de carro, barco ou monorail. 

Os objetos encontrados no Disney Springs serão levados até ao atendimento ao Visitante do Welcome Center do Town Center e mantidos lá durante 3 dias. Após isso, serão levados para o Transportation & Ticket Center. 


Os itens encontrados no monorail e barcos serão mantidos a bordo até o final do dia e depois direcionados ao Transportation & Ticket Center. Já os achados no ônibus de transporte Disney serão levados para o Guest Relations de cada parque e Disney Springs e após 24 horas levados também para o Transportation & Ticket Center. No ESPN Wide World Complex, os objetos permanecerão nesse complexo. E os itens perdidos nos hotéis ficarão na recepção. 


A partir do dia 21 de maio de 2018, os visitantes terão uma facilidade a mais. Basta entrar nesse link através do smartphone e relatar os itens perdidos ao invés de ter que se dirigir ao Guest Relations. Assim que o item for encontrado, os cast members farão uma pesquisa online e avisarão o dono do objeto. Além disso,  os visitantes receberão atualizações periódicas da situação do pertence. 

Os objetos considerados de alto valor como carteiras, bolsas, cartões de crédito, óculos e câmeras são mantidos no complexo por 90 dias. Os de menor valor como óculos de sol, chapéus, brinquedos e roupas são mantidos por 30 dias.

Caso você venha a perder algum produto comprado dentro do complexo e reportar ao Guest Relations, é provável que você receba um ticket para você ir à loja mais próxima e conseguir outro produto igual ao que você tinha perdido.

sexta-feira, 11 de maio de 2018

72 milhões de turistas visitaram Orlando em 2017


O Visit Orlando é uma associação de turismo oficial de Orlando e todo o ano, há o anúncio de diversos números sobre a cidade, inclusive quantos turistas estiveram pelo destino mais procurado do mundo. No ano de 2017, Orlando recebeu 72 milhões de turistas, tornando um recorde e sendo a primeira cidade dos Estados Unidos a superar o limite de 70 milhões de visitantes. Para se ter uma ideia, Nova York recebeu 62,8 milhões, enquanto Las Vegas 42,2 milhões. 

George Aguel, CEO do Visit Orlando, destacou que esse número deve-se a criação de novas experiências como Pandora, the World of Avatar na Disney e o parque Volcano Bay, na Universal. Além disso, estima-se que 112 restaurantes, resorts e atrações tenham auxiliado para a cidade alcançar esse recorde. 

No anúncio oficial, houve o destaque da força do turismo em 2017, ano em que o furacão Irma obrigou o fechamento, por alguns dias, de vários parques e estabelecimentos. 

A cada ano, Orlando bate um novo recorde e é bem provável que mais pessoas visitem nesse ano de 2018 já que Toy Story Land e a atração dos Velozes e Furiosos prometem atrair os turistas.